saúde – Professor Israel

Servidores da saúde buscam garantia de recebimento dos atrasados

Crédito da imagem: Márcio H Mota

A presidente do Sindsaúde DF, Marli Rodrigues, e outros membros da diretoria do sindicato, reuniram-se com o Professor Israel na tarde de hoje (2) para pedir apoio à PL da ARO – Antecipação de Receita Orçamentária, que será encaminhada a esta Casa. “Para nós é muito importante o engajamento de um parlamentar como o Professor Israel, que tem sensibilidade e entende as causas tanto dos pacientes quanto dos servidores da saúde”, ressaltou a sindicalista.

Israel Batista enfatizou a importância de um serviço de saúde pública de qualidade para o atendimento da população do DF. “A saúde é fundamental para nossa sociedade e estes servidores precisam receber com urgência”.

A ARO é um tipo de empréstimo que o executivo pode fazer junto aos bancos para sanar problemas orçamentários imediatos, como o pagamento dos servidores. Com este recurso, o GDF deve pagar de uma só vez o 13º salário, férias, horas-extras e outros pendências.

Campanha – A diretoria do Sindsaúde convidou o Professor Israel a aderir a campanha “Quem tem dor não espera”, que pretende mobilizar o poder público e a população para a melhoria do atendimento no sistema público de saúde.

G@biNET – AC

Escola Superior de Ciências da Saúde recebe homenagem na Câmara Legislativa

Crédito da imagem: Renato Perotto

O aniversário de 12 anos da Escola Superior de Ciências da Saúde (ESCS) foi comemorado, nesta quarta-feira (13), no plenário da Câmara Legislativa. Direção, professores, estudantes, e servidores participaram da homenagem promovida pelo deputado Professor Israel. “A ESCS é um orgulho para a nossa cidade por ter um compromisso social e desenvolver um trabalho voltado para a saúde pública”, avaliou.

A instituição, uma das únicas no País vinculadas à Secretaria de Saúde, tem histórico de boas notas nas provas de avaliação. O curso de medicina obteve o 4º lugar entre 186 cursos avaliados no último Exame Nacional de Desempenho de Estudantes. Agora o curso de enfermagem, criado em 2009, participará do Enade pela primeira vez.

O bom desempenho foi destacado pela diretora geral Maria Dilma Alves Teodoro, que agradeceu a iniciativa e informou que, neste ano, a ESCS formará a sua oitava turma de medicina e a segunda de enfermagem. “Durante estes 12 anos, a escola se consolidou como uma instituição de ensino superior de qualidade”, afirmou.

Representante dos professores da ESCS, Suderlan Leandro subiu à tribuna para dizer que o corpo docente tem “muito orgulho de formar profissionais competentes que atuam no DF”. E reivindicou a integração das atividades de medicina e enfermagem, como um dos desafios a serem vencidos nos próximos anos.

A aluna da ESCS Patrícia dos Santos, do curso de medicina, falou em nome dos estudantes e enalteceu a instituição por sua metodologia inovadora e diferenciada. Ela aproveitou a ocasião para também repassar demandas. “Venho pedir melhorias na infraestrutura, instalação de rede wi-fi, construção do restaurante comunitário e ampliação do programa Bolsa Universitária”, solicitou.

Como forma de atender parte das demandas, Israel anunciou que vai destinar, em 2014, recursos de suas emendas parlamentares para os cursos de Medicina e Enfermagem.

Universidade do SUS

A criação da Universidade do Sistema Único de Saúde foi tema do discurso do secretário adjunto da Secretaria de Saúde, Elias Miziara. Ele defendeu que a proposta do governo local, de criar a Unisus, deve ser antes bem discutida fora do espectro dos profissionais da saúde, necessitando inclusive ser apreciada pela Câmara Legislativa.

A Universidade substituirá a ESCS e isso representa, dentre as vantagens, o aumento no número de vagas para os cursos de medicina e enfermagem.

GabiNET – AB

Professor Israel defende o Outubro Rosa e movimento chega à Câmara Legislativa

Crédito da imagem: http://goo.gl/X1tIQq

Os monumentos de Brasília ganharam um colorido diferente. É a campanha Outubro Rosa, que tem o objetivo de chamar a atenção das mulheres sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama. Nesta edição, por iniciativa do deputado Professor Israel, a Câmara Legislativa participa do movimento que é realizado em diferentes partes do mundo e entra na onda de combate à doença.

A cada dez mulheres diagnosticadas com esse mal no Brasil, três acabam morrendo. Os números são do Ministério da Saúde, que prevê 52 mil novos casos da doença somente em 2013. Dados tão alarmantes motivaram o parlamentar não somente inserir a Câmara na campanha – a fachada do prédio ganhou iluminação especial – como também aprovar, no ano passado, lei que garante a pessoas acima de 40 anos a realizarem check-up na rede pública de saúde do DF.

Dentre os exames previstos no texto da lei nº 4.184/2012, de autoria do Professor Israel, está a mamografia. Para os especialistas, quanto antes for descoberto o câncer de mama, maiores são as chances de cura. “Não podemos fechar os olhos para essa doença tão séria. Com a lei, garantimos acesso gratuito ao exame que pode detectá-la precocemente”, lembra o deputado.

GabiNET – RT

Audiência pública debate a reestruturação da carreira dos especialistas em saúde

A Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) realizou, nesta quarta-feira (18), audiência pública que debateu a reestruturação da carreira de Assistência Pública à Saúde do Distrito Federal, formada por 20 categorias, entre as quais: fisioterapeutas, fonoaudiólogos, psicólogos e farmacêuticos. A principal reivindicação foi que o executivo enviasse projeto de lei para CLDF com a garantia da isonomia salarial com as demais áreas de nível superior da Secretaria de Saúde.

Presente no evento, o deputado Professor Israel apóia a luta dos 3 mil profissionais que integram a carreira e acredita que possa ser este um momento importante para o início de uma mudança profunda na concepção brasileira de saúde pública. “É preciso tirar o foco das Unidades de Terapia Intensiva. Vamos apontar para o futuro e isso se faz com prevenção e valorização de todos os profissionais da área”, alertou.

Luta – A campanha dos especialistas em saúde começou tão logo o GDF enviou à Câmara Legislativa, no início deste mês, 22 proposições que reorganizam carreiras e vencimentos de milhares de servidores.

A carreira específica dos especialistas foi criada em 2004, pela Lei nº 3.320, separando-os das de médico, enfermeiro e dentista, que ganharam carreiras próprias a partir do ano 2000. Antes, todas as categorias da saúde tinham direito aos mesmos reajustes.

João Eudes Filho, representando os especialistas, entende que os todos os profissionais merecem respeito e bons salários. “O que queremos é tratamento igualitário para todas as categorias, pois a saúde não é feita apenas por médicos, enfermeiros e dentistas, mas por uma equipe multidisciplinar”, observou.

GabiNET – AB com Ascom CLDF

Aprovada indicação que sugere a contratação de farmacêuticos

Crédito da imagem: http://migre.me/dR9Xk

A rede pública de saúde do Distrito Federal conta, atualmente, com 342 farmacêuticos no quadro. No entanto, para suprir a carência seria necessária a contratação de mais 300 profissionais. Nesse sentido, foi aprovada indicação do deputado Professor Israel, que pede ao GDF a convocação de farmacêuticos aprovados no último concurso, realizado em 2011, assim como a prorrogação desse mesmo certame, que vence no dia 8 de setembro.

“É preciso que o governo dispense mais atenção para a saúde no DF e essa ação está diretamente ligada à contratação de mais profissionais. Isso vai impactar diretamente na qualidade de vida dos pacientes”, defende Israel. Existem hoje, aproximadamente, 800 pessoas que foram classificadas no último concurso aguardando nomeação.

Farmacêuticos atuam na gestão, desenvolvimento de infraestrutura, preparação, distribuição, dispensação e controle de medicamentos e produtos para a saúde; otimização da terapia medicamentosa; informação sobre medicamentos e produtos para a saúde; e ensino, educação e pesquisa.

A indicação segue agora para avaliação do governo.

GabiNET – AB

Lançada a Semana de Mobilização Saúde na Escola

Crédito da imagem: Renato Perotto

Foi lançada, nesta segunda-feira (11), a Semana de Mobilização Saúde na Escola, no Centro de Ensino Fundamental 01 do Planalto. O programa pretende prevenir a obesidade e fazer teste de visão nos estudantes das creches e dos ensinos fundamental e médio. O deputado Professor Israel foi prestigiar o evento e acredita que essa é uma ação importante. “Oferecer isso dentro da escola é um avanço na prevenção e reforça a importância de cuidar da saúde dos nossos estudantes”, avaliou.

O programa é nacional e vai beneficiar cerca de 14 milhões de alunos no País. Profissionais da atenção básica farão a avaliação antropométrica e a triagem de acuidade visual. Além disso, será verificada a situação vacinal, avaliada a saúde bucal e serão dadas orientações sobre alimentação saudável e o estímulo a práticas esportivas.

GabiNET – AB