Grupo do Paranoá convida Professor Israel para conhecer projeto de cultura afro-brasileira

Grupo Tamnoá

O Professor Israel esteve reunido na noite dessa quarta-feira (20) com os representantes do Grupo Organização Cultural e Ambiental Tambores do Paranoá (Tamnoá) para discutir a importância da difusão da cultura afro-brasileira e conhecer as iniciativas educacionais em meio ambiente.

Durante o encontro, o grupo expressou a preocupação pela falta de iniciativas que protejam e ajudem a divulgar projetos de cultura afro-brasileira e de meio ambiente. O Professor lembrou da existência da lei federal 10.639, que obriga as escolas a incluírem em seu programa de ensino a temática de história e cultura afro-brasileira, e afirmou que muitos colégios descumprem por puro desconhecimento. “Não podemos deixar passar branco. Precisamos valorizar a herança africana na nossa sociedade”, reforçou.

O grupo Tamnoá oferece cursos e oficinas gratuitos de musicalidade, dança e luthieria (fabricação artesanal de instrumentos musicais percussivos) para a comunidade do Paranoá e do Itapoã.  Atualmente, o grupo atende mais de 300 crianças, entre meninos e meninas carentes da região. O local ainda ostenta o selo de Ponto de Cultura, através do convênio firmado com a Secretária de Cultura do DF.

GabNET – TR

 

Deputado Israel é reconhecido por atuação em prol de iniciativas ambientais

1467218_558840644197455_120129674_n-2Na Semana do Meio Ambiente, que tal saber um pouco mais sobre a atuação do deputado Professor Israel com foco na área de sustentabilidade?

Israel recebeu em São Paulo a Medalha Chico Mendes 2013, um dos maiores prêmios socioambientais do Brasil, pelos projetos de lei apresentados na Câmara Legislativa do DF . A premiação, em sua oitava edição, foi criada pelo Instituto Chico Mendes com a missão de revelar projetos nas áreas de desenvolvimento, justiça social e equilíbrio ambiental.

A preocupação do deputado em contemplar questões ambientais em seu mandato estão presentes em diversas iniciativas. Conheça:

Papel reciclado nas repartições – dispõe sobre a utilização obrigatória de papel reciclado pelos órgãos e entidades da administração pública direita e indireta do DF. Lei nº 5312/2014.

Coleta seletiva nas escolas – cria um programa de educação ambiental na rede pública e privada de ensino do DF, com atividades didático-pedagógicas voltadas para separação dos resíduos sólidos e reciclagem. Lei nº 5316/2014.

Torneira Verde – programa que visa implantar mecanismos de captação da água da chuva e sua reutilização em todas as escolas públicas do DF. O projeto pretende usar a água recolhida na limpeza, rega de plantas e descarga de sanitários. PL nº 1690/2013

Energia solar – projeto que dispõe sobre a obrigatoriedade de utilização de energia solar nas escolas públicas, com a implantação de equipamentos para a conversão de raios solares em energia elétrica. PL nº 1699/2013

Serviço de Atendimento Veterinário – cria a Unidade Móvel de Atendimento Veterinário no DF, para cães e gatos, destinada a exames, castração, vacinação, primeiros socorros e iniciativas educativas em prol dos animais. PL nº 1713/2013

Fonte: Revista Conectados

Castramóvel funcionará no controle reprodutivo de cães e gatos. Israel apoia ação

Crédito da imagem: Márcio Mota

Crédito da imagem: Márcio Mota

O deputado Professor Israel esteve nesse domingo (23) no lançamento do Castramóvel, no Parque Lago do Cortado em Taguatinga. A iniciativa, promovida pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Distrito Federal (Semarh) e Instituto Brasília Ambiental (Ibram), conta com o apoio do Partido Verde (PV), que defende políticas de bem-estar animal e o controle reprodutivo e responsável de cães e gatos no DF.

Para o Professor Israel essa política é fundamental. “Sabemos que a reprodução indiscriminada de animais faz aumentar o índice de doenças, maus tratos e abandono de muitos cães e gatos. Por isso, eu apoio a iniciativa que vai contar com um veículo itinerante, equipado pra fazer cirurgias gratuitas de castração pra atender as comunidades de baixa renda”, disse.

castramovel2

O Castramóvel é um trailer com 12 metros de comprimento, com estrutura interna composta de três salas, sendo duas salas cirúrgicas e uma de recepção e atendimento. Além disso, a unidade móvel possui área acoplada, equipada com equipamento audiovisual para a realização de ações educativas.

O evento ocorreu no Parque Lago do Cortado, em Taguatinga, por estar localizado ao lado de onde está sendo construído o Hospital Veterinário Público do DF.

Programação

Nessa primeira etapa, a Semarh e o Ibram estão recebendo oficialmente o trailer e apresentando à população do DF para, posteriormente, dar início ao procedimento de escolha e contratação da entidade que fará a operacionalização da unidade móvel, realizando o procedimento de castração nos animais.

Segundo informações da Semarh, para a operacionalização da unidade móvel será feita uma chamada pública, que resultará num convênio. Entidades interessadas em participar do processo poderão se inscrever e a seleção se dará com a observância de critérios técnicos e de valor financeiro. Poderão participar entidades sem fins lucrativos, como universidades, organizações não-governamentais e associações.

 

Fonte: GabiNET – VM com Semarh

Órgãos públicos do DF serão obrigados a utilizar papel reciclado

Crédito da imagem: http://migre.me/hCSL3

Crédito da imagem: http://migre.me/hCSL3

Foi publicado no Diário da Câmara Legislativa desta terça-feira (28), o PL 1104/2012 que dispõe sobre a obrigatoriedade da utilização de papel reciclado por todos os órgãos públicos do Distrito Federal. O projeto é de autoria do deputado Professor Israel e vale para 30% de todo o material de expediente das atividades do Executivo. “É preciso que o Estado, que é o maior comprador, dê exemplo e estimule o mercado para que este produto se torne menos dispendioso. Com isso, ele estará incentivando a população a consumi-lo também”, acredita.

O objetivo da proposta é contribuir com ações de defesa do meio ambiente, uma vez que o papel reciclado permite a redução nos custos das matérias-primas e a economia de recursos naturais. Como exemplo, para a produção de uma tonelada de papel reciclado são necessários apenas dois mil litros de água, ao passo que, no processo tradicional, esse volume pode chegar a 100 mil litros por tonelada.

A economia de energia varia entre metade, podendo chegar a 80% quando se comparam papéis reciclados simples com papéis virgens feitos com pasta de refinador. Os benefícios não param por aí. A redução da poluição é de 74% dos resíduos jogados no ar e de 35% os despejados na água.

A proposta segue agora para sanção do governador.

GabiNET – AB

Papel reciclado nos órgãos públicos do DF é aprovado na CLDF

papel recicladoFoi aprovado na última quinta-feira (12) em 2º turno o PL nº 1.104/2012, de autoria do deputado Professor Israel, que determina a utilização de papel reciclado em todos os órgãos públicos do Distrito Federal. A regra vale para 30% de todo o material de expediente das atividades do Executivo. “É preciso que o Estado adote políticas públicas com medidas concretas para a preservação do meio ambiente e conscientização da utilização moderada e racional dos recursos naturais”, argumentou o parlamentar.

Na fabricação de uma tonelada de papel convencional são consumidos cem mil litros de água, e na produção da mesma quantidade de papel reciclado, apenas dois mil litros. Ou seja, são 98 mil litros a menos de água.

O projeto segue para sanção do governador Agnelo Queiroz e passa a valer no ato da publicação.

GabiNET – RT

Deputado Professor Israel Batista recebe Medalha Chico Mendes em São Paulo

1467218_558840644197455_120129674_n (2)O deputado Professor Israel recebeu em São Paulo a Medalha Chico Mendes, um dos maiores prêmios socioambientais do País, pelos projetos de lei apresentados na Câmara Legislativa. A iniciativa é do Instituto Chico Mendes e contempla empresas, instituições e personalidades que se destacaram este ano em práticas voltadas para o bem-estar social com respeito ao meio ambiente.

Para Israel, a premiação representa um reconhecimento ao mandato. “Utopias só se tornam realidade com muito trabalho e essa medalha, com o selo verde, mostra que estamos no caminho certo”, disse ele, que recebeu o prêmio das mãos da jornalista e apresentadora Mylena Ceribelli.

O evento ocorreu dia 9 de dezembro no Clube Esporte Sírio, em São Paulo, e marcou a oitava edição do prêmio. Na noite de homenagem, também foram destaque o Projeto Tamar, a jornalista Míriam Leitão e iniciativas da Eletrobrás, Bradesco, Honda Brasil, Lupo e Vale.

Conheça aqui alguns dos projetos do Professor Israel que envolvem a temática da sustentabilidade:

PL 1713/2013: Cria Unidade Móvel de Atendimento Veterinário no DF, para cães e gatos, destinada a exames, castração, vacinação, primeiros socorros e iniciativas educativas em prol dos animais.

PL 1222/2012: Cria nas instituições de ensino da rede pública e privada do DF o programa Coleta Seletiva na Escola, com atividades didático-pedagógicas sobre educação ambiental.

PL 1104/2012: Dispõe sobre a utilização obrigatória de papel reciclado pelos órgãos e entidades da administração pública direita e indireta do DF.

PL 1690/2013: Institui o programa Torneira Verde, que visa implantar mecanismos de captação de águas da chuva e sua reutilização em todas as escolas públicas do DF.

PL 1699/2013: Torna obrigatória a utilização de energia solar nas escolas públicas, com a implantação de equipamentos para a conversão de raios solares em energia elétrica.

Deputado Professor Israel apóia a realização do Festival das Águas

Crédito da imagem: http://migre.me/gNTgV

Crédito da imagem: http://migre.me/gNTgV

Com mandato que tem como uma de suas bandeiras a sustentabilidade, o deputado Professor Israel é um dos apoiadores do Festival das Águas. O evento acontece no Estádio Nacional Mané Garrincha, entre os dias 29 de novembro de 1 de dezembro, em comemoração ao Ano Internacional da Cooperação da Água.

O parlamentar acredita que o Festival traz uma temática fundamental e urgente para os dias de hoje. “Colaborar com esse projeto é contribuir para a formação de cidadãos mais conscientes e preocupados com o meio ambiente e com a preservação dos recursos hídricos”, avalia.

Projetos ambientais

Israel, que é integrante do Partido Verde, atua em pautas do século XXI. Diversos projetos de lei que envolvem essa temática foram apresentados na Câmara Legislativa, tais como: o que visa implantar mecanismos de captação da água da chuva e sua reutilização em todas as escolas públicas do Distrito Federal; o que dispõe sobre a obrigatoriedade de utilização de energia solar nos colégios públicos; e o que pretende criar nas instituições de ensino públicas e particulares programa de coleta seletiva e reciclagem de resíduos sólidos.

GabiNET – AB

Conferência Nacional de Meio Ambiente discutirá projeto “Coleta seletiva nas escolas”

Crédito da imagem: http://migre.me/gfRZQ

Vem aí a IV Conferência Nacional de Meio Ambiente. O evento ocorrerá entre os dias 24 e 27 de outubro na capital federal e terá na pauta de discussões as principais ideias do programa “Coleta seletiva nas escolas”, projeto de lei de autoria do deputado Professor Israel. É uma iniciativa de educação ambiental voltada para a coletiva seletiva em instituições de ensino públicas e particulares do DF.

O PL 1222/2012 foi escolhido em reunião preparatória para a conferência distrital no início de setembro, e segue agora para a etapa nacional dentro das principais sugestões do DF. “É gratificante poder levar essa discussão para o Brasil. Queremos despertar nos alunos, desde a infância, o interesse pela coleta seletiva e formar uma nova geração mais consciente”, afirma Israel.

A Conferência Nacional funciona como um fórum, onde sociedade civil, governo e empresários dividem responsabilidades e apresentam reivindicações e sugestões que aprimorem a política ambiental do País. A iniciativa atinge sua quarta edição com o objetivo de contribuir para a implementação da Política Nacional de Resíduos Sólidos.

Sobre o projeto de lei

De autoria do Professor Israel, o projeto cria nas escolas públicas e privadas do DF programa de coleta seletiva que funcionará com a participação da direção, professores, alunos, pais e funcionários. O viés é educativo e o texto ainda prevê que o material recolhido seja comercializado com renda revertida para o projeto e a própria escola.

GabiNET – RT

Semana do Cerrado é comemorada em sessão solene na Câmara Legislativa

Crédito da imagem: Renato Perotto

A Câmara Legislativa realizou sessão solene na manhã dessa terça-feira (3), no plenário da Casa, em homenagem ao Dia do Biólogo, do Médico Veterinário e, também, em comemoração à abertura da Semana do Cerrado. O debate envolveu a necessidade de preservação do cerrado e proteção da fauna e flora do bioma. Participaram do evento, representantes de entidades das duas categorias homenageadas, além de estudantes de escolas de Planaltina, que acompanharam a abertura da exposição “Conhecimento e Preservação do Bioma Cerrado”, no foyer de acesso ao plenário.

O deputado Professor Israel, que integra a Frente Ambientalista da Câmara Legislativa, participou do evento e defendeu mais apoio à luta pela defesa do cerrado. “Nossa região é estratégica para a preservação dos outros biomas do País e não tem recebido o apoio que merece para a defesa dos nossos mananciais de água, por exemplo. É preciso mais responsabilidade nacional com as nossas nascentes”, pregou.

Israel finalizou seu discurso, afirmando que discutir as questões que envolvem o meio ambiente hoje é falar do tratamento do lixo; é debater a preservação da água frente ao direito à moradia; é admitir que o grande vilão da preservação ambiental é a pobreza. “É preciso criar uma legislação que proteja o Cerrado, bioma fundamental para existência do País. Esse é o grande debate do século XXI que merece atenção e que vai garantir a preservação da nossa espécie”, considerou.

GabiNET – AB com Ascom CLDF

Ano Internacional das Cooperativas é comemorado

Crédito da imagem: Renato Perotto

O Ano Internacional das Cooperativas foi comemorado, nesta terça feira (20), durante sessão solene realizada na Câmara Legislativa. Autor da iniciativa, o deputado Professor Israel falou sobre o incentivo às cooperativas como alternativa para o desenvolvimento socioeconômico do DF. “A capital da república está em busca da sua vocação econômica e o cooperativismo tem muito a contribuir para essa conquista”, avaliou.

Presente no evento, o presidente da Organização das Cooperativas do DF, Roberto Marazi, afirmou que a sessão era um reconhecimento do trabalho de todos os cooperados. “Hoje estamos celebrando a transformação proporcionada pelas cooperativas na vida de cada um”, disse. Também participaram da sessão representantes de vários setores, entre eles: crédito, habitação, educação, transporte e produção.

Durante a solenidade, o deputado anunciou aos presentes que fará parte da Frente Parlamentar de Cooperativismo. O lançamento acontece nesta quarta-feira, às 20h, no hotel Saint Peter. Além disso, propôs a realização de uma agenda legislativa para trabalhar as proposições do segmento. “Precisamos avançar com essa pauta que é moderna e representa uma alternativa para o atual sistema econômico, por se preocupar com o meio ambiente e o bem-estar da população,” considerou.

Para representar as mais de 180 cooperativas e os mais de 153 mil associados existentes na capital federal, a Sicoob Confederação e a Cooplem Idiomas foram homenageadas em reconhecimento aos benefícios prestados aos cooperados e a sociedade.

Participaram ainda da mesa dos trabalhos o representante da Organização das Cooperativas do Brasil, Odacir Zonta, o presidente da Companhia de Desenvolvimento Habitacional do Distrito Federal (Codhab), Luciano Queiroga e o subsecretário da Microempresa da Secretaria de Trabalho do DF, Max Coelho.

GabiNET – AB