cil – Professor Israel

CIL abre inscrições para comunidade

Crédito da Imagem: Cadu Paiva


A Secretaria de Educação abre nos dias 9 e 10 de agosto as inscrições para a comunidade estudar em um Centro Insterescolar de Línguas (CIL). O cadastro para concorrer a uma das vagas será realizado pelo site www.se.df.gov.br. Terão direito as pessoas que tiverem escolaridade a partir do 6º ano do ensino fundamental.

A possibilidade de pessoas não matriculadas na rede pública estudar em um CIL foi conquistada graças à Lei nº 5.536/2015, de autoria dos deputados Professor Israel (PV) e Reginaldo Veras (PDT). Para os parlamentares, que também são ex-alunos dos CILs, haverá uma maior eficiência na aplicação do dinheiro público. As turmas que antes tinham poucos alunos poderão ofertar mais vagas.

“Essa é a oportunidade de universitários, estudantes de cursinhos ou qualquer pessoa que quer melhorar seu currículo de estudar em uma escola de idiomas de excelência sem pagar por isso”, explica o Israel.

De acordo com o Prof. Reginaldo Veras a troca de experiência entre estudantes jovens e pessoas adultas contribui para uma melhor qualidade do ensino.

G@biNet – AC

Aprovado projeto que protege o professor da violência na escola

unnamed (1)Os professores do Distrito Federal serão protegidos por lei.

Foi aprovado nessa terça-feira (30) ​em ​dois turnos o PL 333/2015, de autoria do deputado Professor Israel, que tem como objetivo amparar o trabalhador da educação. O ​texto prevê as prerrogativas do professor de advertir o estudante e, em caso de agressão, comunicar o fato às autoridades. O projeto segue agora para a sanção do governador.

O deputado comemora a aprovação. “Essas medidas vão assegurar o respeito ao educador em sala de aula e sua integridade física e moral no exercício da sua profissão”, exige o parlamentar.

O Projeto de Lei aprovado garante ao professor o direito de colocar o estudante para fora de sala, de reter objetos que estejam causando perturbação e ainda, determina que a escola leve os casos de violência ou ameaça ao conhecimento de pais, Batalhão Escolar e Ministério Público.

“O nosso projeto vem para coibir qualquer prática de violência ou atos de desrespeito dos estudantes ou dos responsáveis contra os professores. A cultura de agressão no ambiente escolar deve ser combatida para que a escola seja um local onde prevaleça a paz e a reverência ao conhecimento”, afirma Professor Israel.

Dados alarmantes – O Brasil está no topo do ranking dos países onde mais se pratica violência contra o professor, segundo a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). As agressões físicas ou verbais são causadoras de transtornos mentais e, por consequência, do afastamento do profissional da sala de aula.

Professor Israel anuncia R$ 1 milhão para os CILs em audiência

A melhoria dos Centros Interescolares de Línguas (CILs) e a ampliação do acesso ao idioma estrangeiro são prioridades do deputado Professor Israel (PV). O assunto foi tratado em audiência pública realizada dia 28 na Câmara Legislativa, com a participação de diretores, professores e alunos. Na ocasião, o parlamentar anunciou a destinação de emenda no valor de R$ 1 milhão para obras de infraestrutura em todas as unidades.

Crédito da Imagem: Márcio H. Mota

“Os servidores e os estudantes não merecem sofrer com os problemas estruturais. Todo CIL tem que ter um espaço multimídia, biblioteca, salas de aula confortáveis e auditórios. É o mínimo”, pontuou Israel, que é ex-aluno do Centro Interescolar de Taguatinga. “A experiência de estudar francês no CIL ampliou meus horizontes”, lembrou.

Os participantes da audiência reafirmaram a necessidade de melhorar a infraestrutura, de valorização da carreira do professor e da abertura de novas unidades, uma reivindicação antiga do Professor Israel. “Esse debate precisa ser bem discutido, temos que analisar todos os meios legais e definir critérios para isso acontecer”, explicou.

A oferta de cursos de curta duração foi ainda uma sugestão do diretor da Associação de Pais e Alunos do DF (Aspa), Alexandre Veloso. “Os CILs precisam ter liberdade para montar suas grades de acordo com as necessidades dos estudantes da região em estão inseridos”. Ele também não poupou elogios aos professores. “Sei que os melhores professores de línguas da rede vão para os Centros de Línguas e os estudantes têm um ensino de altíssimo nível”, reconheceu.

Também estavam presentes no evento os deputados distritais Wasny de Roure (PT), Reginaldo Veras (PDT); o subsecretário de Educação Básica, Gilmar Ribeiro; e a diretora do Sindicato dos Professores do DF, Vilmara do Carmo; o chefe do Núcleo do CIL, Ivo Marçal.

O secretário da Embaixada do Japão, Rei Oiwa, e a adida de Cooperação Educacional da Embaixada da França, Lucile Bruand Exner, afirmaram que seus países têm interesse em ampliar o ensino dos idiomas em Brasília. Por isso comprometeram-se em apoiar o CIL com a doação de materiais didáticos.

Confira clicando aqui as fotos da Audiência Pública.

G@biNet – AC

 

Brasília Sem Fronteiras 2014: as inscrições estão abertas até 04 de maio

Estão abertas a partir de hoje as inscrições do Brasília Sem Fronteiras 2014. A edição deste ano oferece maior número de vagas para estudantes dos Centros Interescolares de Línguas e inclui universitários, além de servidores públicos. O inglês continua e a novidade fica por conta do espanhol e do francês. Os aprovados terão a oportunidade de fazer intercâmbio nos Estados Unidos, Espanha, França, Áustria e Nova Zelândia.

“Esse programa representa uma ponte entre os estudantes do DF e diferentes países, de forma democrática. Um acesso, antes aberto para o mais abastados, que hoje é possível aos alunos da rede publica de ensino. E estou falando em gerar oportunidades para eles, não só de conhecer outra cultura e enriquecer o currículo, como também de entrar no mercado de trabalho de maneira qualificada. Agora é uma imensa alegria poder ampliar isso também para os universitários ”, afirma o deputado Professor Israel.

Com edital já publicado, o certame será promovido pelo Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe). As inscrições vão até 4 de maio e as provas ocorrerão duas semanas depois, no dia 18, com embarque previsto para o segundo semestre.

9501ad12a7527721d3355425dc66378e

Brasília Sem Fronteiras 2014 CIL (BSF 2014 CIL)

Serão selecionados 800 estudantes dos Centros Interescolares de Línguas, dos quais, 650 farão imersão internacional nos Estados Unidos, 100 na Espanha e 50 na França. Serão realizadas três etapas: prova objetiva (classificatória e eliminatória), verificação de documentos (eliminatória) e curso preparatório (eliminatória). As provas objetivas testarão o conhecimento do candidato em língua estrangeira (inglês, francês ou espanhol), língua portuguesa, matemática, história mundial, história de Brasília, geografia e atualidades.

Os participantes do BSF 2014 CIL farão imersão internacional em “Liderança Global com Ênfase em Empreendedorismo”, na Universidade do Estado do Arizona (EUA); “Liderança Global com Ênfase em Inovação”, na Universidade de George Washington (EUA); e ainda, “Liderança Global com Ênfase em Empreendedorismo” na Universidade de Santiago de Compostela (Espanha) e na Cavilam Alliance Française / Universidade Clermont-Ferrand (França). Para participar, o aluno do CIL deve ter no mínimo 16 anos na data de embarque e conhecimento em língua estrangeira.

Brasília Sem Fronteiras 2014 Universitários (BSF 2014 UNI)

São ofertadas 75 vagas para estudantes universitários do Distrito Federal, dos quais 50 irão para os Estados Unidos e 25 para a Nova Zelândia. Serão realizadas três etapas: prova objetiva (classificatória e eliminatória), verificação de documentos (eliminatória) e curso preparatório (eliminatória). Os embarques serão realizados no segundo semestre. As provas objetivas testarão o conhecimento do candidato em língua inglesa, língua portuguesa, matemática, história mundial, história de Brasília, geografia e atualidades.

No BSF 2014 UNI serão oferecidas três opções de cursos de imersão internacional: “Liderança Global para o Futuro”, na Universidade de Tecnologia de Auckland (Nova Zelândia); “Liderança em Negócios Internacionais” e “Direito Internacional Público”, ambos na Universidade de George Washington (Estados Unidos da América).

Brasília Sem Fronteiras 2014 Servidores Públicos (BSF 2014 SPU.

Este processo seletivo deverá selecionar 75 servidores públicos, divididos em três programas de imersão: “Liderança em Gestão Pública para Cidades Competitivas e Inovadoras”, na Universidade de Ciências Aplicadas de Krems (Áustria); “Liderança em Gestão Pública da Saúde”, na Universidade de Johns Hopkings (Estados Unidos da América); e “Liderança em Gestão Pública Transparente”, na Escola Nacional de Administração Pública da República Francesa (França). Todos os cursos serão ministrados em língua inglesa.

Serão realizadas três etapas: prova objetiva (classificatória e eliminatória), verificação de documentos (eliminatória) e curso preparatório (eliminatória). As provas objetivas testarão o conhecimento do candidato em língua inglesa, língua portuguesa, história de Brasília, noções de administração pública e atualidades.

Para se inscrever basta acessar os links abaixo:

BSF 2014 Centro Interescolar de Línguas: http://ow.ly/vUK8L

BSF 2014 Universitários: http://ow.ly/vUK5y

BSF 2014 Servidores Públicos do DF: http://ow.ly/vUK7Y

 

Gabinet – RT com Ascom Assessoria Internacional

Nova sede do Cilt é inaugurada e mandato tem mais uma vitória

Crédito da imagem: Márcio H Mota

Crédito da imagem: Márcio H Mota

A nova sede do Centro Interescolar de Línguas de Taguatinga (Cilt) foi inaugurada nesta terça-feira (11). A estrutura física foi completamente reformada e a capacidade de atendimento dobrou de 4 mil para 8 mil alunos. Na solenidade, que reuniu estudantes e professores, o deputado Professor Israel, ex-aluno da unidade, comemorou essa conquista, fruto de um pedido feito por ele ao governo, logo no início do mandato.

O parlamentar encaminhou, ainda em 2011, documento solicitando ao GDF a reforma e a ampliação de todos os centros interescolares. Israel, que se formou em Francês pelo Cilt, acredita que a nova sede representa uma grande vitória. “O CIL possibilita o enriquecimento do currículo escolar, que vai se refletir em oportunidades futuras para os alunos da rede pública”, afirma ele. “Mas não paramos por aqui, queremos mais unidades do CIL no DF”, complementa.

Criado há 26 anos, o Cilt agora conta com 24 salas dispostas em ambiente adequado para o aprendizado. Com isso, os estudantes da rede pública de Taguatinga e regiões próximas terão melhores condições para assistir as aulas dos cursos de inglês, espanhol, francês e japonês.

GabiNET – AB com Agência Brasília

Alunos da rede pública de ensino preparam-se para intercâmbio no exterior

Crédito da imagem: Renato Perotto

Os 126 alunos dos Centros Interescolares de Línguas (CILs) selecionados para o programa “Brasília sem Fronteiras” participaram, no dia 12 de novembro, de um curso preparatório sobre o intercâmbio, com dicas para a viagem internacional que farão em novembro.

O deputado Professor Israel é um dos incentivadores do projeto e acredita que esta será é uma oportunidade única na vida dos jovens. “Eles sairão do curso preparados para lidar com as demandas da atualidade”, defende o parlamentar, que esteve presente no encontro, realizado na Escola de Aperfeiçoamento dos Profissionais de Educação do DF.

Durante quatro semanas, os 126 alunos dos CILs e outros 64 servidores públicos do DF selecionados participarão dos cursos nas universidades de Georgetown, em Washington (EUA); de Haia (Holanda); de Krems e no Instituto de Tecnologia da Áustria, ambos na Áustria.

Em 2014, serão 1,9 mil vagas para intercâmbio nos Estados Unidos, Canadá, Alemanha, Espanha, Nova Zelândia e Cingapura, entre outros possíveis destinos, também pelo programa “Brasília Sem Fronteiras”.

O DF é a primeira unidade da Federação a colocar em prática um programa de qualificação e aperfeiçoamento profissional de brasileiros no exterior.

GabiNET – RT com Agência Brasília

Palestra no CILT mostra a importância da 2ª língua

Crédito da imagem: Leo R

O deputado Professor Israel ministrou, nesta quarta-feira (10), palestra motivacional para alunos do Centro Interescolar de Línguas de Taguatinga – CILT. Ele, que é formado em francês pela instituição, falou de sua trajetória e da importância de ter uma segunda língua.

Israel aconselhou os estudantes a persistirem no curso e no aprendizado de outros idiomas como diferencial para o mercado de trabalho. “Além disso, falar outra língua abre a possibilidade de conquistar a chave do mundo”, disse. “Gostaria que todos tivessem a mesma oportunidade de estudar aqui no Centro Interescolar de Línguas. Por isso, fiz indicação ao governo pedindo a criação de novas unidades no DF”, destacou.

Na ocasião, Israel prestou homenagem à sua professora de francês Dímitra Kalatzis Sousa, que lecionou por mais de 25 anos no CILT. Emocionada, ela revelou que o deputado foi um excelente aluno. “Ele era dinâmico, curioso e participativo”, relembrou.

Fonte: GabiNET – AB