audiência pública – Professor Israel

Professor Israel anuncia R$ 1 milhão para os CILs em audiência

noClammy skin It's also good to remember that exercise has many benefits apart from weight loss and fitness. The list of exercise benefits is too long to includeno
A melhoria dos Centros Interescolares de Línguas (CILs) e a ampliação do acesso ao idioma estrangeiro são prioridades do deputado Professor Israel (PV). O assunto foi tratado em audiência pública realizada dia 28 na Câmara Legislativa, com a participação de diretores, professores e alunos. Na ocasião, o parlamentar anunciou a destinação de emenda no valor de R$ 1 milhão para obras de infraestrutura em todas as unidades.

Crédito da Imagem: Márcio H. Mota

nobut here are a few benefits that are especially helpful after menopause. Exercise helps: What else to know: Not every depressed person cries; in factno
“Os servidores e os estudantes não merecem sofrer com os problemas estruturais. Todo CIL tem que ter um espaço multimídia, biblioteca, salas de aula confortáveis e auditórios. É o mínimo”, pontuou Israel, que é ex-aluno do Centro Interescolar de Taguatinga. “A experiência de estudar francês no CIL ampliou meus horizontes”, lembrou.

nosome never do. Research has shown that women are more inclined to this behavior than men. A 2001 University of Californiano
Os participantes da audiência reafirmaram a necessidade de melhorar a infraestrutura, de valorização da carreira do professor e da abertura de novas unidades, uma reivindicação antiga do Professor Israel. “Esse debate precisa ser bem discutido, temos que analisar todos os meios legais e definir critérios para isso acontecer”, explicou.

noSan Francisco (UCSF) study found that crying isn't related to the severity of depression and that people who cry more may have briefer depressive episodes. Encourage the child to help develop interventions . Enlisting the child in the task will lead to more successful strategies and will foster the child's ability to problem-solve. order cheap klonopin medication usesno
A oferta de cursos de curta duração foi ainda uma sugestão do diretor da Associação de Pais e Alunos do DF (Aspa), Alexandre Veloso. “Os CILs precisam ter liberdade para montar suas grades de acordo com as necessidades dos estudantes da região em estão inseridos”. Ele também não poupou elogios aos professores. “Sei que os melhores professores de línguas da rede vão para os Centros de Línguas e os estudantes têm um ensino de altíssimo nível”, reconheceu.

noIL-32 expression upregulated in chronic rhinosinusitis Clammy skin September 13no
Também estavam presentes no evento os deputados distritais Wasny de Roure (PT), Reginaldo Veras (PDT); o subsecretário de Educação Básica, Gilmar Ribeiro; e a diretora do Sindicato dos Professores do DF, Vilmara do Carmo; o chefe do Núcleo do CIL, Ivo Marçal.

no2015 Encourage the child to help develop interventions . Enlisting the child in the task will lead to more successful strategies and will foster the child's ability to problem-solve. order cheap ambien insomnia treatment It's also good to remember that exercise has many benefits apart from weight loss and fitness. The list of exercise benefits is too long to includeno
O secretário da Embaixada do Japão, Rei Oiwa, e a adida de Cooperação Educacional da Embaixada da França, Lucile Bruand Exner, afirmaram que seus países têm interesse em ampliar o ensino dos idiomas em Brasília. Por isso comprometeram-se em apoiar o CIL com a doação de materiais didáticos.

Confira clicando aqui as fotos da Audiência Pública.

G@biNet – AC

 

Debate sobre problemas de infraestrutura e segurança do Setor Habitacional Tororó

nobut here are a few benefits that are especially helpful after menopause. Exercise helps:no
cartaz_asfalto_tororo (1)Para debater os problemas de segurança e infraestrutura do Setor Habitacional Tororó, a Câmara Legislativa realizará audiência pública no próximo dia 22 (sábado), às 9h30, no estacionamento do Centro Comercial Alpha Center, DF-140. O evento, de autoria do deputado Professor Israel (PV), contará com a presença de moradores do local que, na oportunidade, apresentarão as suas demandas.

Criado há cerca de 20 anos, o bairro reúne 12 grandes condomínios, centenas de chácaras e um total de 10 mil moradores. Entre as reclamações recorrentes estão a falta de pavimentação asfáltica, policiamento na região e captação de águas pluviais, além de iluminação pública precária.

A expectativa do morador Juliano Suzin dos Santos, 37 anos, é obter respostas para essas questões. “Vamos fazer uma grande mobilização na nossa comunidade e desejamos que os representantes do executivo atendam as reivindicações”, disse ele, ao confirmar presença na audiência.

Durante o evento, Israel apresentará aos participantes minuta de projeto de lei para que o Setor seja transformado em região administrativa. “Encaminharemos esse documento ao executivo para que o Tororó tenha autonomia e orçamento próprio. Isso resolveria os problemas”, afirmou. Caso se concretize, a proposta viabilizaria a construção de escolas, postos de saúde e policial na região.

GabiNET – AB

Audiência pública debate a reestruturação da carreira dos especialistas em saúde

A Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) realizou, nesta quarta-feira (18), audiência pública que debateu a reestruturação da carreira de Assistência Pública à Saúde do Distrito Federal, formada por 20 categorias, entre as quais: fisioterapeutas, fonoaudiólogos, psicólogos e farmacêuticos. A principal reivindicação foi que o executivo enviasse projeto de lei para CLDF com a garantia da isonomia salarial com as demais áreas de nível superior da Secretaria de Saúde.

Presente no evento, o deputado Professor Israel apóia a luta dos 3 mil profissionais que integram a carreira e acredita que possa ser este um momento importante para o início de uma mudança profunda na concepção brasileira de saúde pública. “É preciso tirar o foco das Unidades de Terapia Intensiva. Vamos apontar para o futuro e isso se faz com prevenção e valorização de todos os profissionais da área”, alertou.

Luta – A campanha dos especialistas em saúde começou tão logo o GDF enviou à Câmara Legislativa, no início deste mês, 22 proposições que reorganizam carreiras e vencimentos de milhares de servidores.

A carreira específica dos especialistas foi criada em 2004, pela Lei nº 3.320, separando-os das de médico, enfermeiro e dentista, que ganharam carreiras próprias a partir do ano 2000. Antes, todas as categorias da saúde tinham direito aos mesmos reajustes.

João Eudes Filho, representando os especialistas, entende que os todos os profissionais merecem respeito e bons salários. “O que queremos é tratamento igualitário para todas as categorias, pois a saúde não é feita apenas por médicos, enfermeiros e dentistas, mas por uma equipe multidisciplinar”, observou.

GabiNET – AB com Ascom CLDF

Transporte 24 horas será debatido na Câmara Legislativa

A deficiência do transporte público no período noturno é alvo de campanha que cresce nas redes sociais pelo transporte 24 horas no DF. Quem aderiu à Lei Seca reclama da falta de alternativas para voltar para casa de madrugada, problema enfrentado também por muitos trabalhadores e estudantes. A discussão chega agora à Câmara Legislativa e o assunto será tema de audiência pública nesta segunda-feira (29), às 15h.

O encontro, promovido pelo deputado Professor Israel, conta com o apoio do Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Brasília (Sindhobar), que registra a queda de 25% no movimento dos estabelecimentos após o endurecimento da Lei Seca. “Acredito que o transporte 24 horas permitirá às pessoas cumprir a lei e se divertir com segurança”, afirma o presidente do Sindhobar, Clayton Machado.

Para clientes e trabalhadores de bares e restaurantes, o parlamentar pede ainda a criação da Rota Cultural. Ônibus circulariam pelo Plano Piloto e cidades satélites em locais de lazer e levariam os passageiros para a Rodoviária e estações do metrô, com linhas ininterruptas – em Curitiba já existe iniciativa semelhante. “O Estado precisa oferecer uma contrapartida para os cidadãos. A Lei Seca é de primeiro mundo, mas está sendo aplicada em uma realidade sem qualquer estrutura”, defende Israel.

O presidente da Associação Comercial do Distrito Federal, Cleber Pires, acredita que a iniciativa pode proporcionar um resultado positivo tanto para os empresários quanto para os empregados do setor. “Brasília já alcançou sua maioridade, mas as políticas públicas ainda não conseguem acompanhar as demandas dos cidadãos”, argumenta.

GabiNET – AB

Audiência pública vai debater transporte público 24h e a Rota Cultural

No próximo dia 29 de abril, o deputado Professor Israel vai promover audiência pública para debater o transporte público 24h e a Rota Cultural. A intenção é propor medidas que garantam o direito da população ao lazer, assim como solucionar o problema dos trabalhadores que precisam voltar para casa na madrugada. O evento acontece, às 15h, no plenário da Câmara Legislativa do Distrito Federal.

Com o endurecimento da Lei Seca, o Brasil avançou e a diminuição nos acidentes de trânsito é conseqüência disso. No entanto, a população que se adequou as novas regras teve seu direito comprometido. Dessa forma, para os frequentadores dos bares, boates e restaurantes e para os trabalhadores desses estabelecimentos, o parlamentar pede a criação da chamada “Rota Cultural”. Ônibus circulariam pelo Plano Piloto e Águas Claras em locais de lazer e levariam os passageiros para as estações do metrô e a Rodoviária.

“Esse projeto visa garantir um direito constitucional, além de ofertar a contrapartida do Estado para os cidadãos. Pretende-se também contribuir com a segurança da população, uma vez que evitaria motoristas embriagados trafegando nas ruas da cidade”, avaliou Israel.

Serão convidados para a audiência representantes das Secretarias de Transporte e Segurança Pública; DFTrans; Sindicato dos Hotéis, Restaurantes e Similares de Brasília (Sindhobar); Associação Comercial do DF; produtores culturais; e sociedade civil.

Serviço:

Audiência Pública Transporte público 24h e Rota Cultural

Data: 29 de abril

Horário: 15h

Local: Plenário da Câmara Legislativa

GabiNET – AB

Israel participa de audiência sobre o Parque Três Meninas

O deputado Professor Israel participou, nessa quarta-feira (21), de audiência pública para debater ações de preservação do Parque Três Meninas, em Samambaia. O evento contou com a presença da população e de alunos do Centro de Ensino Médio 414. Israel, que morou na cidade, afirmou que o parque faz parte da sua memória afetiva. “É preciso que a população tenha condições de utilizar o parque, pois isso gera noção de pertencimento e preservação. A revitalização é mais que urgente”, considerou.

Durante o encontro, o presidente do Instituto do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos do Distrito Federal (IBRAM), Nilton Reis, informou que a previsão é que sejam investidos cerca de R$ 3,5 milhões na revitalização e implantação de novos equipamentos públicos no parque. O projeto propõe a revitalização do casarão e de áreas já construídas, a construção de uma pista de cooper, uma ciclovia de 2,5 km, pista de skate, quadra de vôlei, parque infantil, além de banheiros públicos e bebedouros.

Fonte: GabiNET com Ascom CLDF

 

Debate sobre a prática de skate, patins e bike no DF

Para debater a situação das pistas para prática de skate, patins e bike na capital federal, o deputado Professor Israel realizou audiência pública nesta segunda-feira (29), no plenário da Câmara Legislativa. De acordo com a Federação de Skate do DF (FSKTDF), dos 25 espaços atuais voltados para as modalidades, apenas cinco estão em condições de uso.

As pistas foram construídas sem que os esportistas fossem consultados e a grande maioria delas não permite a prática dos esportes. “A maioria está em desuso porque não cumpre com seus objetivos. Esses locais precisam ser revitalizados”, defendeu o parlamentar.

A profissionalização dos atletas e a construção de um circuito radical no Parque da Cidade também foram algumas das reivindicações apresentadas pelos skatistas, patinadores e bikers. “A intenção é ter profissionais bem preparados e um espaço que se torne referência para o País”, afirmou o vice-presidente da FSKTDF, Clayton Prudêncio.

Considerado um caminho alternativo de inclusão social para os jovens, os esportes radicais ganham cada vez mais adeptos, como é o caso também da patinação. Para o presidente da Associação dos Esportes Radicais do DF, Thiago dos Anjos, é preciso que o governo incentive a prática dessa e outras modalidades. “Isso se faz com mais investimentos”, argumentou ele, que esteve presente na audiência.

GabiNET – AB