tamanho da fonte:
imprimir

Professor Israel incentiva a pesquisa no DF

Crédito da imagem: Renato Perotto

A Fundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal (FAP-DF) assinou a liberação de R$ 5,6 milhões para 29 projetos de pesquisa da Universidade de Brasília (UNB), da Universidade Católica de Brasília (UCB) e da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). Os recursos faziam parte de um edital de 2010 da Rede Centro-Oeste de Pós-Graduação que só foram liberados agora pela atual gestão. O evento aconteceu nessa quarta-feira (06) e contou com a participação do deputado Professor Israel.

O parlamentar é membro da Comissão de Desenvolvimento Econômico Sustentável, Ciência, Tecnologia, Meio Ambiente e Turismo, da Câmara Legislativa, e está acompanhando a pauta de perto. “Foi uma conquista importante a destinação desses recursos. Essa ação demonstra que a FAP volta à sua vocação original, que é de investir em pesquisa”, considerou.

Participaram da solenidade, o reitor da UNB, Ivan Camargo; o decano de Pesquisa e Extensão, Jaime Santana; o presidente da FAP, Alexandre Gouveia; e o reitor da UCB, Ricardo Mariz. Ainda durante a ocasião, foi apresentado o plano de trabalho com metas e desafios para 2013 e 2014. A intenção é aumentar os recursos da instituição, que hoje corresponde a R$ 80 milhões, para R$ 210 milhões em 2014.

Rede Pró Centro-Oeste

A rede Pró Centro-Oeste foi instituída, por meio da Portaria MCT/MEC 1.038, de 10 de dezembro de 2009, com objetivo de consolidar a formação de recursos humanos, a produção de conhecimentos científicos, tecnológicos e de inovação que contribuam para o desenvolvimento sustentável da região Centro- Oeste, com vistas à conservação e uso sustentável dos recursos naturais do Cerrado e do Pantanal. Estão previstos investimentos de R$ 150 milhões em cinco anos. Fazem parte do programa os estados de Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul e do Distrito Federal (DF).

GabiNET – AB

Deixe seu comentário



(não será publicado)