tamanho da fonte:
imprimir

Nota Legal em Dinheiro bate recorde de pedidos

O Governo de Brasília recebeu 29.311 indicações para o Nota Legal em Dinheiro este ano. O número é recorde desde que a opção foi conquistada, por meio da Lei 4.886/2012, de autoria do deputado Professor Israel (PV). Serão devolvidos R$ 3.958.037,81; sendo que a média por pessoa é de R$ 135,04. Em 2013, primeiro ano da opção, foram 17.929 cadastrados, que resgataram cerca de R$ 92,92. No ano passado, os números subiram para 26.959 indicações que receberam em média R$ 121,76.

O valor será depositado a partir de agosto na conta bancária cadastrada pelo contribuinte. Disponível apenas para que não tem carro ou imóvel em seu nome, o Nota Legal em Dinheiro democratizou o programa, segundo Professor Israel. “Nosso mantato busca oportunidade para todos. Então quem não paga IPVA ou IPTU vai receber o benefício”, falou.

Nota Legal Optativa – Está em tramitação na Câmara Legislativa o Projeto de Lei 233/2015, que irá tornar o programa ainda mais democrático. O texto prevê que o contribuinte poderá escolher como utilizará seus créditos do Nota Legal. “Com esta nova lei, quero que a pessoa tenha a liberdade de usar o benefício da forma que achar melhor. Ela poderá optar entre ter o desconto nos impostos ou receber em dinheiro”, explica Professor Israel, autor do PL.

Deixe seu comentário



(não será publicado)