tamanho da fonte:
imprimir

Lançado projeto que incentiva adolescentes do socioeducativo a ler

O deputado Professor Israel participou na tarde de ontem (15) da cerimônia de lançamento da campanha de arrecadação de livros para o projeto Leitura — A Arte do Saber, que incentiva os adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa a ler. O objetivo da ação promovida pela Secretaria de Políticas para Crianças, Adolescentes e Juventude é montar um acervo para abastecer as bibliotecas das seis unidades de internação de crianças e adolescentes do Distrito Federal.

Durante o evento, realizado no Palácio do Buriti, dois internos apresentaram seus poemas, criados a partir da leitura de livros que os inspiraram. Foi realizada também a apresentação da Orquestra Plena Harmonia formada por adolescentes do socioeducativo. A secretária Jane Klébia Reis falou que a meta é estender o projeto também para o regime semi-aberto e conselhos tutelares. “Muitos jovens nunca tinham aberto um livro. Isso é um primeiro passo para mudar de vida quando saírem do sistema”, destacou.

Para Professor Israel, o incentivo à leitura amplia a visão de mundo do adolescente, aumenta a autoestima e estimula a lutar por uma vida melhor. “O processo educacional é vasto e vai além da sala de aula. O adolescente que tem prazer em ler desenvolve o interesse também por outras manifestações culturais e tem a oportunidade de transformar sua realidade para melhor”, reflete o parlamentar.

O incentivo à leitura no sistema socioeducativo começou em 2014 na Unidade de Internação de Santa Maria. Segundo a Secretaria da Criança, 90% dos 150 adolescentes internados passaram a ler até oito publicações por mês.

Doações – Para contribuir com o projeto Leitura — A Arte do Saber, basta levar um ou mais livros até os postos de arrecadação localizados na sede e no anexo do Palácio do Buriti, na Biblioteca Nacional, nas unidades do Na Hora, nos fóruns de Justiça do DF, nas Secretarias de Educação; de Cultura; de Ciência, Tecnologia e Inovação; do Esporte e Lazer; de Desenvolvimento Humano e Social; de Políticas para as Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos e na própria Secretaria de Políticas para Crianças, Adolescentes e Juventude.

G@biNet – AC

 

Deixe seu comentário



(não será publicado)