tamanho da fonte:
imprimir

Israel pede à secretaria implantação do transporte público 24h

rota culturalO sistema de transporte público do DF está passando por uma reformulação. Com a renovação da frota após a licitação feita pelo governo, a Secretaria de Transportes anunciou que vai alterar linhas e horários dos coletivos a fim de atender os usuários. Para o deputado Professor Israel, este é o momento oportuno para adequar o funcionamento ao modelo 24 horas.

“O cidadão precisa ter transporte público de qualidade em todos os horários, inclusive, na madrugada”, diz ele, que enviou ofício à secretaria solicitando a ampliação do serviço para atender trabalhadores noturnos e estudantes que saem tarde das escolas e faculdades.

A proposta é baseada em práticas que acontecem em várias cidades do mundo, inclusive no Brasil. É o caso de Campinas, em que micro-ônibus circulam durante a madrugada. Já na cidade do Rio de Janeiro, 21% das linhas atendem a população durante o período noturno.

A exemplo de experiências bem-sucedidas mundo afora, em Paris o metrô funciona até 1h15 durante os dias de semana e ate 2h15 nos finais de semana. Após esse horário, os cidadãos podem contar com ônibus que circulam entre 0h30 e 5h30 por mais de dois mil pontos em toda a cidade.

Rota Cultural

Ainda dentro da pauta do transporte 24h, Israel tem outra proposta como alternativa à Lei Seca. “A legislação trouxe avanços, sem dúvida, mas do jeito que está funciona como um toque de recolher. O Estado não oferece condições para que o cidadão possa deixar o carro em casa e exercer o seu direito ao lazer”, argumenta ele ao defender a criação da Rota Cultural com ônibus que circulem nas entrequadras do Plano Piloto e outras áreas que abriguem bares e restaurantes, principalmente no horário noturno, o que beneficiaria também trabalhadores desses estabelecimentos.

GabiNET – AB

Deixe seu comentário



(não será publicado)