tamanho da fonte:
imprimir

Estudantes e professores da UnB apresentam demandas para deputados

Crédito da Imagem: Márcio H. Mota

O projeto Câmara em Movimento, que busca aproximar o Poder Legislativo das diversas regiões administrativas do Distrito Federal, esteve ontem (30) em Ceilândia, no campus da Universidade de Brasília (UnB-Ceilândia), por iniciativa do deputado Professor Israel. Centenas de estudantes e moradores da cidade compareceram e apresentaram reivindicações aos deputados distritais e integrantes da direção da universidade. Esta é a primeira vez que o projeto é realizado no ambiente universitário.

Embora várias pessoas tenham se manifestado em favor de melhorias nas condições de acessibilidade do campus, com destaque para a construção de uma passarela para pedestres, há muito tempo aguardada pela comunidade acadêmica, o tema dominante nas falas foi a melhoria da gestão da saúde no Distrito Federal. A professora Mariana Cruz, do curso de Saúde Coletiva da UnB, sintetizou o que muitos estudantes relataram no evento. “Muito se fala das deficiências de gestão na Secretaria de Saúde e creio que nossos estudantes têm muito a contribuir para melhorar esse quadro. A presença do profissional de saúde coletiva é fundamental se quisermos aperfeiçoar o gerenciamento do sistema, pois ele atua na base, na atenção primária”, defendeu.

O estudante Adriano Vilaça também reivindicou mais espaço para a atenção básica na saúde. “O profissional sanitarista precisa ser reconhecido como profissional de saúde, pois sua atuação se dá na prevenção de muitas doenças. Nós não queremos apenas ocupar cargos na Secretaria de Saúde, mas sim contribuir com nossos conhecimentos para melhorar o atendimento à população”, afirmou.

Para o professor João Paulo Mateus, da UnB, é possível conciliar o atendimento à população de Ceilândia com a formação de estudantes da área de saúde. “Precisamos da criação de uma clínica-escola multiprofissional em Ceilândia para fortalecer a rede de saúde na região e formar nossos alunos. É uma solução simples que integraria a universidade ao local onde está instalada”, sugeriu.

Professor Israel elogiou a participação dos estudantes no evento. “Vocês nos trouxeram dados, números e argumentos sólidos. Isso é muito importante para um debate construtivo. Tenho certeza que sairemos daqui inspirados e determinados a ajudá-los a resolver esses problemas”, frisou.

Veja as fotos do Câmara em Movimento Universitário UnB Ceilândia clicando aqui.

G@biNet – Com informações da Coordenadoria de Comunicação Social da CLDF

Deixe seu comentário



(não será publicado)