tamanho da fonte:
imprimir

Esta é minha carta aberta ao governador sobre o ‪Uber‬. ‪#‎VetaRollemberg‬

Excelentíssimo Senhor Governador Rodrigo Rollemberg,

Há um grande clamor pelo veto ao Projeto de Lei nº 282/2015, que proíbe o aplicativo Uber no Distrito Federal. E, amanhã (6 de agosto), será a oportunidade de mostrar que este Governo é diferente dos demais, ao atender o interesse da população de Brasília em detrimento de uma categoria.

É preciso mostrar de forma prática que leis foram criadas para servir os cidadãos e não escravizá-los. Quando as normas legais deixam de ser usadas em favor da população, tornam-se um estorvo. Não atendem ao todo. A questão da legalidade, neste caso, não pode ser entendida como aplicação da ética. No passado, ter escravos era juridicamente legal.

Os diferentes meios de transporte (público e privado) podem conviver harmonicamente, como já ocorre em diferentes estados brasileiros e em outros países. A vontade de uma categoria, representada por 3,4 mil permissões, não pode sobrepor-se à necessidade de locomoção da população, que hoje não é amplamente atendida e está aprisionada pelo serviço tradicional de má qualidade.

O veto é uma demonstração de respeito ao usuário que quer mais esta opção de mobilidade e que vem se manifestando por meio de inúmeros e-mails que chegam diariamente às caixas de entrada do Governo de Brasília e dos protestos e postagens nas redes sociais. Ninguém melhor que o consumidor para aferir a qualidade do serviço de transporte.

A liberdade de escolha, garantia que a sociedade democrática nos oferece, deve ser mantida! Ao proibir o aplicativo Uber, o consumidor tem sua vontade cerceada e seu poder de decidir sobre como quer ir e vir pela cidade coibido. O veto é o Estado mostrando que é moderno e aberto às inovações que contribuem para a melhoria da mobilidade urbana.

Amanhã é o grande dia. Todos esperam uma nova forma de governar, pautada no atendimento pleno aos anseios da população, na adoção de medidas progressistas e democráticas.
Respeitosamente,
Deputado Professor Israel Batista (PV)

VETAROLLEMBERG

Deixe seu comentário



(não será publicado)