tamanho da fonte:
imprimir

Deputado Professor Israel faz recadastramento biométrico

Crédito da imagem: Renato Perotto

Desde o dia 25 de fevereiro, já está disponível para os eleitores do Distrito Federal o recadastramento biométrico. Organizado pelo Tribunal Regional Eleitoral do DF, o novo sistema visa dar mais segurança e celeridade ao processo eleitoral e deverá ser feito por todos os 1.861.622 eleitores da capital federal. Atento à mudança, o deputado Professor Israel fez o seu recadastramento na manhã desta segunda-feira. “O procedimento é super rápido e vai contribuir muito para reduzir as fraudes durante as eleições”, considerou.

Para se recadastrar é necessário fazer o agendamento prévio pela internet – www.tre-df.jus.br – ou pelo telefone 3048-4000, das 12 às 19 horas. São 21 cartórios e seis postos eleitorais para atender toda a demanda. O recadastramento é gratuito e o cidadão deve apresentar os seguintes documentos: título de eleitor, documento de identificação oficial e comprovante de domicílio.

O procedimento é obrigatório a todos os eleitores, inclusive para aqueles cujo voto é facultativo, sob pena de terem o título cancelado. Os analfabetos, maiores de 70 anos e os menores entre 16 e 18 anos, caso possuam o título eleitoral, mesmo que não sejam obrigados a comparecer às urnas, devem se recadastrar, pois, se não o fizerem, ficarão impedidos de votar.

Além do cancelamento do título de eleitor e de não poderem exercer o direito de voto, aqueles que não se recadastrarem até 31 de março de 2014 terão de pagar multa e, dentre outras medidas restritivas, não poderão tirar passaporte nem assumir cargo público enquanto estiverem em dívida com a Justiça Eleitoral.

GabiNET – AB com R7.com.br

Deixe seu comentário



(não será publicado)