tamanho da fonte:
imprimir

Professor Israel é contra o cercamento do calçadão da Asa Norte

prof_calcadao_2014-5A polêmica envolvendo o cercamento do calçadão da Asa Norte chamou a atenção e suscitou o debate da utilização dos espaços públicos no Distrito Federal. Isso porque a Associação dos Proprietários e Moradores da Orla do Lago Norte está organizando um abaixo-assinado para que o espaço seja cercado, impedindo, assim, a realização de eventos.

Contrário à ação, o deputado Professor Israel esteve no local, no dia 2 de fevereiro, acompanhado pelos organizadores do evento cultural Picnik, Miguel Galvão e Júlia Hormann, e do ator brasiliense Rainer Cadete. Para ele, o espaço precisa ser ocupado com atividades de cultura e lazer. “Vamos acabar com a ditadura sobre a orla do lago, que é de todos”, afirmou.

Com a última edição do Picnik realizada no local, Miguel Galvão acredita que ações radicais como o cercamento representam um retrocesso. “Os locais públicos devem ser ocupados com vida”, disse.

Rainer, que já gravou um curta-metragem na orla, considerou negativo o movimento e acredita que Brasília está andando contra a corrente. “Estamos falando de um espaço de convivência e essa possível restrição do acesso é um desfavor para a sociedade”, alegou.

Petição pública

Os idealizadores do PicniK, Quadrado Brasília e Balaio Café estão organizando uma petição pública contra ao cercamento do calçadão da Asa Norte. O abaixo-assinado solicita ainda a instalação de posto policial, banheiros públicos e bicicletário no local. Para assinar o documento, acesse: http://www.peticaopublica.com.br/pview.aspx?pi=vivavidabsb.

Deixe seu comentário



(não será publicado)