tamanho da fonte:
imprimir

Com auditório lotado, Professor presta contas do seu mandato à sociedade

videoO clima era de emoção. Aproximadamente 600 pessoas, entre eleitores, amigos, alunos, professores e familiares, marcaram presença no lançamento da Revista Conectados, material de prestação de contas do mandato do deputado Professor Israel Batista do início de 2011 até aqui. O evento aconteceu nessa terça-feira (18) à noite, no auditório da Câmara Legislativa do DF.

“Esse acontecimento é especial porque trata de transparência, de ler, ver e ouvir o que o seu deputado fez”, disse o ator Rainer Cadete, amigo de infância de Israel, convidando os presentes a assistirem um vídeo, que mostrou de forma resumida a trajetória do Professor Israel e suas principais conquistas como parlamentar.

chalita rainnerNo palco, o doutor em filosofia, escritor e deputado federal Gabriel Chalita (PMDB-SP) foi convidado a falar um pouco sobre o jovem Israel. “É uma honra estar aqui nesta prestação de contas. Nada é mais nobre do que ser professor e como professor Israel aprendeu duas lições, dois valores muito importantes que percebemos que norteiam o seu trabalho como deputado: a compaixão e a generosidade. Parabéns a Brasília por ter um deputado tão jovem e com essa visão do que a sociedade precisa”, declarou.

ISRAEL BATISTA

Visivelmente feliz, o Professor Israel agradeceu a presença de cada um e destacou que é um dever do parlamentar prestar contas. “A sociedade que não participa, que não acompanha o que fez o deputado em que ela votou é a mesma sociedade que reclama quando as coisas não andam bem”, frisou.

revista

“Esse mandato foi construído com muita luta, muito suor. Diziam que a gente não tinha a menor chance de ganhar porque tínhamos poucos recursos. Eu contei com muito trabalho de voluntários que se inscreviam pela internet. No fim nos elegemos e nossa campanha teve o menor custo das eleições de 2010. Depois que assumi vi que não se pode optar pelo caminho mais fácil, que é o da reclamação, o caminho do ataque. Eu tinha que fazer um mandato produtivo e isso envolvia saber me relacionar com todos ao meu redor. Enfrentamos muitas dificuldades. O Nota Legal em Dinheiro é um exemplo. Não é fácil mexer no bolso do Estado”, afirmou o professor.

Israel deu exemplo de como as pessoas contribuem para fazer o seu mandato realizar grandes conquistas para Brasília. “A lei que obriga o uso de papel reciclado nas repartições públicas veio de uma sugestão do facebook, o Nota Legal em Dinheiro surgiu da reclamação de uma aluna minha que tinha pedido nota fiscal o ano inteiro e depois ficou brava por saber que não tinha como ser beneficiada diretamente por sua ação… Nós recebemos sugestões por e-mail, pelas redes. Nós colocamos nossa atuação política para avaliação popular o tempo todo”.

1922103_608341205914065_1120809382_nO Professor citou outras vitórias do mandato como o Brasília sem Fronteiras e a reinauguração do Planetário. “Da galera do BSF 56 entraram neste ano na UnB! Já para reinaugurar o Planetário, há 16 anos fechado, foi uma luta. Aliás quero agradecer essa galera, o secretário Glauco Rojas. Vocês devem se lembrar que houve quem dissesse que se tratava de uma ação “Pão e Circo”. E eu disse que “Pão e Circo” coisa nenhuma! O Planetário pode ser o despertar de novos cientistas na nossa cidade!”

O deputado Israel encerrou o discurso destacando que trabalhou o tempo todo para gerar oportunidades. “Esse mandato pensa no futuro da cidade. Nós acreditamos que Brasília tem jeito e peço que continuem acompanhando nosso trabalho”.

A revista de prestação de contas foi entregue logo depois aos presentes.

REGISTROS

pai

Entre as autoridades que prestigiaram o evento estavam: o presidente nacional do Partido Verde (PV), José Penna; o presidente regional do PV, Eduardo Brandão; o presidente do Instituto Brasília Ambiental (Ibran), Milton Reis; o secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação do DF, Glauco Rojas; o secretário-adjunto da Secretaria de Meio Ambiente do DF, Paulo Lima; o secretário-adjunto da Secretaria de Trabalho, professor Washington; o assessor Internacional do GDF, Odilon Monteiro Frazão; o presidente do Sindicato dos Professores em Estabelecimentos Particulares de Ensino (Sinproep-DF), Rodrigo de Paula; a presidente do Sindicato dos Estabelecimentos Particulares de Ensino do DF (Sinepe-DF), Fátima Franco, e o presidente do Clube de Astronomia de Brasília (CAsB), Ricardo Peixoto.

DEPOIMENTOS PROF PX (1)

POESIA

Na abertura do evento, a professora e poetisa Viviane Faria declamou um poema de sua autoria em homenagem ao amigo professor:

viviane

“Não vim ao mundo para ser normal. Por mais que queiram. Não posso. Não quero. Vim ao mundo com a missão de ser o palco onde me aplaudem, de ter o entusiasmo com que me criam. Nasci, para morrer a cada dia: em cada olhar que me contempla nesta vida enlouquecida que escolheram para eu viver. Escolheram, não escolhi. Me amaram para eu não amar. Me prenderam, não resisti. Eu sei que o céu é imenso e imensamente louco para eu acreditar que possa ser meu… mas ele é …”.

Veja as fotos do evento clicando AQUI.: http://ow.ly/uNkzO

Confira a versão digital da revista:

Fonte: GabiNET – Verônica Macedo (VM)
Fotos: Márcio Mota

Deixe seu comentário



(não será publicado)