tamanho da fonte:
imprimir

Câmara Legislativa abre as portas para estudantes do DF

Cerca de 400 alunos da rede pública e privada de ensino do Distrito Federal participaram, nesta quarta-feira (16), de audiência pública realizada na Câmara Legislativa. Com o tema “Educação tem que ser 10”, a iniciativa foi de autoria do deputado Professor Israel Batista. “Tenho a honra de recebê-los nesta Casa, para mudarmos juntos a realidade da educação no DF. Educação tem que ser prioridade, pois é o mecanismo de transformação mais eficiente que existe”, discursou, depois de abrir o evento pedindo um minuto de silêncio em referência às vítimas da tragédia no Japão.
O encontro foi promovido para debater a jornada de lutas da União Nacional dos Estudantes (UNE) e da União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes), que defendem um Plano Nacional de Educação a serviço de um ensino de qualidade em todo o país, aprovando bandeiras como o investimento de 10% do Produto Interno Bruto e de 50% do Fundo do Pré-Sal na educação. “Essas entidades se preocupam com o ensino de qualidade a longo prazo e sabemos que ainda há muito o que fazer. É preciso discutir uma nova escola que seja, de fato, elemento de transformação social”, defendeu Israel Batista.

Participaram da solenidade os secretários de Trabalho, Glauco Rojas, e da Juventude, Fernando Nascimento Silva Neto. “Este evento consolida o movimento estudantil, sai das ruas e envolve o parlamento”, disse Rojas. “Esta é uma vitória da Câmara Legislativa e de estudantes que vem aqui mostrar que não estão satisfeitos com o ensino. Unidos assim é possível fazer a diferença”, argumentou Fernando Neto.

O debate também teve a participação de integrantes de grêmios estudantis de todo DF; do diretor nacional da UNE, Tiago Dias Cardoso; do diretor da UBES, André João da Costa; e de Leandro Cerqueira, membro do Centro de Estudos e Memórias da Juventude (CEMJ). “Esse é o primeiro evento que tivemos aqui no DF, isso é fundamental em nossa luta. Precisamos unir forças para mudar e melhorar ainda mais a nossa educação”, apontou André João, da Ubes.

A audiência pública contou ainda com a presença dos deputados distritais Evandro Garla (PRB), Olair Francisco (PTdoB) e Celina Leão (PMN), do Administrador Regional do Lago Norte, Marcos Woortmann, e do coordenador geral do movimento Adote um Distrital, Diego Ramalho.

Com a palavra, os estudantes

Durante o debate, os estudantes apontaram seus anseios e preocupações em relação à qualidade do ensino no DF. Aluno do 3° ano do Centro de Ensino Médio Ave Branca, de Taguatinga, Álvaro Cardoso de Santana, 18 anos, agradeceu a oportunidade de poder discutir sobre o assunto e disse que todos os parlamentares devem aderir à luta junto ao deputado Professor Israel. “Os alunos precisam conhecer o funcionamento desta Casa e de como os projetos pela educação são defendidos. Da mesma forma, os parlamentares também precisam conhecer a realidade das escolas e do ensino. Assim é possível fazer a diferença”, afirmou.

Deixe seu comentário



(não será publicado)