tamanho da fonte:
imprimir

Aulão para o Enem reúne centenas de estudantes no Centro de Convenções

Cerca de 1,2 mil estudantes participaram na tarde deste sábado (9) da primeira aula preparatória para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) idealizado pelo deputado Professor Israel em parceria com a Secretaria de Políticas para Crianças, Adolescentes e Juventude, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães. Com o objetivo de ajudar jovens brasilienses a conquistarem uma vaga em universidades públicas, serão promovidos quatro encontros durante abril e maio deste ano. A participação é gratuita e aberta a estudantes de escolas públicas e privadas.

Com duração de quatro horas, as aulas são ministradas por professores voluntários de cursinhos, escolas públicas e particulares. Cada encontro abordará um dos eixos temáticos do Enem. A primeira edição focou no de Ciências Humanas, que engloba matérias como história, geografia, filosofia e sociologia. Em 30 de abril, o assunto será Matemática; em 7 de maio, Ciências da Natureza; e, no dia 21, Linguagens, Códigos e Redação.

Para Professor Israel, gerar oportunidade é o único caminho para transformar a realidade dos jovens brasilienses. “Ver o auditório lotado, com tantos jovens que sonham com um futuro incrível pela frente, só me faz ter a certeza que estamos no caminho certo”, comemorou o parlamentar.

O governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, participou da abertura do projeto. Formado em História pela Universidade de Brasília (UnB), ele explicou uma questão sobre o Estado Novo aos estudantes. “É uma honra participar deste projeto, junto a tantos professores de excelência, e tratar de uma fase tão importante da história brasileira”, afirmou.

Inscrições

Todas as aulas serão no Centro de Convenções, com 1,2 mil vagas cada. As inscrições para a próxima começam nesta segunda-feira (11) e poderão ser feitas pelo site da Secretaria de Políticas para Crianças, Adolescentes e Juventude. No dia da aula, é necessário que o estudante apresente carteira de identidade.

Com o lema #BoraVencer, a iniciativa tem como prioridade atender estudantes de escolas públicas de regiões com maior vulnerabilidade social. “O projeto responde a uma demanda feita durante a 3º Conferência Distrital da Juventude, em 2015, que é o aumento de oferta de cursos preparatórios para o Enem e vestibulares, além de servir para gerar oportunidades por meio da educação”, afirma Aline Bezerra, subsecretária da Juventude, da Secretaria de Políticas para Crianças, Adolescentes e Juventude.

G@biNet – AC

Deixe seu comentário



(não será publicado)