tamanho da fonte:
imprimir

Audiência pública discute infraestrutura e segurança no Setor Habitacional Tororó

12748612335_063098a3bb_hO deputado Professor Israel realizou, nesse sábado (22), audiência pública para debater a infraestrutura e segurança no Setor Habitacional Tororó, DF-140. O evento, que reuniu cerca de 300 pessoas no comércio do bairro, contou também com a presença de representantes do governo, moradores e associação de empreendedores.

Com potencial para ser referência de sustentabilidade no DF, o Tororó abrange uma área extensa de condomínios e chácaras, com aproximadamente 10 mil habitantes. O crescimento da população, no entanto, não foi acompanhado de políticas públicas e os moradores se ressentem hoje da falta de asfalto, transporte, iluminação pública e, principalmente, segurança.

Ao abrir a sessão, Israel ressaltou que os avanços vieram como uma conquista da mobilização da comunidade. “A maioria das benfeitorias é fruto do esforço dos moradores e associações”, disse o parlamentar, que desde 2012 reivindica providências para essas demandas.unnamed (3)

Yuri Salmona, representante da comunidade, classificou a audiência como histórica ao reunir um grande número de participantes e elogiou a organização dos moradores diante de um Estado que ele considerou omisso. “O Tororó é unido, tem consciência de seus problemas e conhece o caminho para resolvê-los. Esse é um espaço legítimo”, argumentou.

Reclamações recorrentes, como ruas sem pavimentação asfáltica, foram duramente criticadas pelos moradores. A presidente da Associação dos Proprietários do Chapéu de Pedra, Alice Poyart falou sobre a precariedade nas vias de acesso: “Se vai levar tempo para o asfalto ficar pronto, a gente precisa de medidas paliativas urgentes”.

Ações imediatas

Dentre as ações em resposta às demandas, Israel anunciou a destinação de R$ 1 milhão de reais em emendas para o Tororó; indicação ao Executivo para que o local seja transformado em Região Administrativa; soluções paliativas para a questão do asfalto até as obras definitivas (já que o processo demanda tempo); pedido de criação de posto policial; e acompanhamento dos projetos em andamento para a DF 140, como duplicação da rodovia (DER-DF) e iluminação pública (CEB).

Israel pontuou a ausência no encontro dos representantes da Secretaria de Segurança Pública e da Novacap. “Como não vieram, formaremos um grupo de trabalho para levar a reindicação dos moradores até eles. E vamos cobrar!”, afirmou.

Estiveram presentes na audiência o secretário de Meio Ambiente, Eduardo Brandão, e o presidente do Instituto do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos do DF – Brasília Ambiental (Ibram), Nilton Reis, que anunciou fase de preparação para criação do Parque Distrital do Salto do Tororó. Os moradores ouviram ainda representantes da Companhia Energética de Brasília (CEB) e Departamento de Estradas de Rodagem do DF (DER-DF).

9014685d97148a9e7f20ea07779a3b88

Clique aqui e confira o álbum com as fotos do evento.

GabiNET – JK

Deixe seu comentário



(não será publicado)