tamanho da fonte:
imprimir

Aprovado projeto que torna Banda Sinfônica de Brasília patrimônio da cidade

Foi aprovado em segundo turno, na Câmara Legislativa, o Projeto de Lei nº 1793/2014, que declara a Banda Sinfônica de Brasília como Patrimônio Cultural Imaterial do Distrito Federal. Criada em 1968, ela participou da estruturação da cidade e durante esse tempo chegou a sofrer uma interrupção motivada por dificuldade financeira e falta de apoio. O governador Rodrigo Rollemberg tem até o final deste mês de maio para sancionar a lei.

O PL assinado pelo deputado Professor Israel tem como objetivo proteger a memória das manifestações culturais da cidade. “Ao se declarar oficialmente algo como patrimônio imaterial ou intangível, abre-se a compreensão de manter a identidade e, ao mesmo tempo, buscar a continuidade daquela manifestação, grupo ou movimento. A Banda Sinfônica merece esse reconhecimento”, explica.

Para a presidente da Banda Sinfônica, Maria Cristina Goretti, esse título irá abrir as portas para o conjunto. “O reconhecimento como patrimônio de Brasília irá nos ajudar a estruturar a Banda, gerar emprego para os músicos, conseguir recursos e ainda desenvolver um trabalho social com crianças. Estamos na expectativa para isso acontecer”, fala a musicista.

História – A Banda Sinfônica de Brasília foi fundada por Reynaldo da Fonseca Coelho, hoje presidente de honra. O conjunto iniciou seus trabalhos na Escola Parque (307/308 Sul). Em 1978, conquistou o 1º lugar no Concurso Nacional de Bandas promovido pelo Instituto Nacional de Música, da Funarte. Foi extinta em 1985 por motivos financeiros e voltou às atividades 25 anos depois, em 2010. Mesmo com grandes desafios e a pausa na atuação, ganhou prêmios, destaque em apresentações no exterior e formou grandes músicos.

G@biNet – AC

Deixe seu comentário



(não será publicado)