tamanho da fonte:
imprimir

Animal no circo não tem graça!

O Tribunal de Justiça do DF proferiu uma sentença que obriga o Zoológico de Brasília a devolver ao Le Cirque quatro animais: um rinoceronte, um elefante, uma lhama e um hipopótamo. Fiquei estarrecido com a notícia, já que os bichos foram apreendidos por maus tratos e agora, terão que voltar para a triste vida do circo. Sei que esta indignação não é apenas minha. Comigo estão as entidades protetoras e toda sociedade, que entende que não é diversão ver animais serem maltratados.

Para evitar esse tipo de absurdo, eu protocolei no ano passado o Projeto de Lei nº 1809/2014, que proíbe a apresentação, manutenção e utilização de animais em espetáculos circenses no DF. Não posso me omitir diante das situações degradantes que os bichos são impostos nos circos, ao ficarem confinados em pequenos espaços, em péssimas condições de higiene e, muitas vezes, a condições de tortura durante o adestramento.

O PL já passou pela Comissões de Educação, Saúde e Cultura (CESC). Agora segue para as Comissões de Desenvolvimento Econômico Sustentável, Ciência, Tecnologia, Meio Ambiente e Turismo (CDESCTMAT); e pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), para em seguida, seguir para votação. Para ler a notícia sobre o assunto, clique aqui.

Animal no circo não tem graça!

Deixe seu comentário



(não será publicado)